Português Italian English Spanish

Corretor de Imóveis e Perito Avaliador Imobiliário

 vicente@vicentepellegrini.com.br   (51) 99901-1659
Menu

Balanço aponta para estabilização do preço dos imóveis em Porto Alegre


Pesquisa na base de dados do Pense Imóveis sobre o primeiro trimestre de 2014 indica também que os imóveis custam hoje, em média, R$ 810 mil na capital gaúcha.

O mercado imobiliário já esteve superaquecido. Quem procurou apartamentos ou casas nos últimos anos, percebeu que, em qualquer bairro de Porto Alegre, os preços estavam aumentando. E continuam com crescimento acima da inflação, segundo a base de ofertas do Pense Imóveis, o que é uma informação positiva para quem já adquiriu um imóvel, seja para moradia ou investimento. Afinal, ninguém quer pagar mais por algo que pode ser revendido por menos posteriormente.

A boa notícia para quem ainda está em busca é que os preços estão estabilizando. Ou seja, o mercado amadureceu, a demanda reprimida anterior está sendo suprida e, agora, a tendência é que os preços se mantenham mais ou menos no patamar que se encontram hoje.

Quando são comparados os valores de venda dos imóveis em 2013 e 2014, percebe-se um aumento considerável no preço médio das ofertas. Enquanto em março de 2013 ficava em torno de R$ 710 mil, no mesmo mês deste ano foi de R$ 810 mil. Apesar disso, quando se compara os números de março com os de fevereiro deste ano, nota-se uma redução de 0,28% no valor médio dos imóveis. Na região central da cidade, considerando os bairros Centro, Bom Fim e Cidade Baixa, a variação foi 0,42% negativa. Já nos bairros Jardim Floresta, Cristo Redentor e Higienópolis a variação dos valores foi positiva, de 0,67%. Diversos fatores influenciam este número, como número de lançamentos, aumento ou diminuição de imóveis novos de alto padrão, entre outros. No entanto, pouco a mais ou pouco a menos, o que se percebe desses números é a estabilização dos valores.

Os bairros em números
Os bairros Petrópolis e Bela Vista, por exemplo, que tradicionalmente aparecem nas listas de metro quadrado mais elevado de Porto Alegre, são demonstrativos do que vem acontecendo na cidade. Enquanto em janeiro de 2013 o valor médio dos imóveis nesses bairros era de R$ 980 mil, em janeiro de 2014 foi de R$ 1,1 milhão, uma variação de 12% no ano. Mas, se comparado mês a mês no primeiro trimestre do ano, os números apontam para uma estabilização: em janeiro, fevereiro e março oscilaram entre R$ 1,1 milhão e R$ 1,15 milhão.

Quando se analisam os números por tipo de imóvel, percebe-se que os de um dormitório tiveram uma redução de 1,15% no trimestre, dois dormitórios, 1,7% e três dormitórios, 1,15%, enquanto os jks tiveram um aumento de 1,43% no preço médio na cidade, sem separação por bairro.

Fonte: pense imóveis

OBS:
Então de acordo com o nosso último post os valores não irão cair nos bairros nobres da Capital, seguem valorizando de acordo com a moeda do mercado imobiliário (Cub/INCC). Ou seja, segue sendo uma opção segura e atrativa de investimento.